Sugestões para oferecer ou para ler...


terça-feira, 17 de outubro de 2017

"ORIGEM"

Dan Brown é um autor que nunca desilude os seus fiéis leitores.
Esta obra baseada nas grandes questões "De onde vimos?" e "Para onde vamos?" consegue mexer com fortes convicções que nos foram passando ao longos dos anos, fazendo uma mistura perfeita (ou não) entre ciência e religião.
O ritmo é alucinante e uma vez mais o Robert Langdon, muito bem acompanhado (como de costume) por Ambra Vidal, lutam contra o tempo para divulgar uma das maiores descobertas da história.
Adorei "reviver" paisagens e monumentos de Madrid e ficar a conhecer um pouco da história da cidade de Barcelona.
Ultimato final: por favor façam um filme baseado neste livro!!!

Bilbau, Espanha.
Robert Langdon, professor de simbologia e iconologia religiosa da universidade de Harvard, chega ao ultramoderno Museu Guggenheim de Bilbau para assistir a um grandioso anúncio: a revelação da descoberta que «mudará para sempre o rosto da ciência.» O anfitrião dessa noite é Edmond Kirsch, bilionário e futurista de quarenta e dois anos cujas espantosas invenções de alta tecnologia e audazes previsões fizeram dele uma figura de renome a nível global. 
Kirsch, um dos primeiros alunos de Langdon em Harvard, duas décadas atrás, está prestes a revelar um incrível avanço científico… que irá responder a duas das perguntas mais fundamentais da existência humana. No início da noite, Langdon e várias centenas de outros convidados ficam fascinados com a apresentação tão original de Kirsch, e Langdon percebe que o anúncio do amigo será muito mais controverso do que ele imaginava. Mas aquela noite tão meticulosamente orquestrada não tardará a transformar-se num caos e a preciosa descoberta do futurista pode muito bem estar em vias de se perder para sempre.
Em pleno turbilhão de emoções e em perigo iminente, Langdon tenta desesperadamente fugir de Bilbau. Tem ao seu lado Ambra Vidal, a elegante diretora do Guggenheim que trabalhou com Kirsch na organização daquele provocador evento. Juntos, fogem para Barcelona, com a perigosa missão de localizarem a palavra-passe que os ajudará a desvendar o segredo de Kirsch.
Percorrendo os escuros corredores de história oculta e religião extremista, Langdon e Vidal têm de fugir de um inimigo atormentado que parece tudo saber e que parece até de alguma forma relacionado com o Palácio Real de Espanha… e que fará qualquer coisa para silenciar para sempre Edmond Kirsch.
Numa viagem marcada pela arte moderna e por símbolos enigmáticos, Langdon e Vidal vão descobrindo as pistas que acabarão por conduzi-los à chocante descoberta de Kirsch… e a uma verdade que até então nos tem escapado e que nos deixará sem fôlego.

Notas sobre o autor:
O escritor norte-americano Dan Brown nasceu em 1965 em New Hampshire, nos Estados Unidos da América, sendo filho de um professor de Matemática e de uma intérprete de música sacra. Brown estudou no liceu local e mais tarde licenciou-se na Universidade de Amherst.
Mudou-se para Los Angeles onde tentou fazer carreira como compositor, pianista e cantor. No entanto, este plano de vida fracassou e Dan Brown acabou por ir estudar história da arte em Sevilha, em Espanha. Entretanto, a meias com a mulher, escreveu o livro 187 Men to Avoid: A Guide for the Romantically Frustrated Woman. 
Em 1993 regressou a New Hampshire para se tornar professor de inglês na escola onde tinha estudado. Passados dois anos, os serviços secretos norte-americanos foram à sua escola buscar um aluno que consideravam uma ameaça nacional por ter escrito, na Internet, que era capaz de matar o presidente Bil Clinton. Dan Brown ficou tão interessado no assunto que começou a fazer pesquisas sobre a Agência Nacional de Segurança. Acabou por resultar desse interesse a escrita do seu primeiro romance Digital Fortress, que foi lançado em 1996 com algum sucesso.
Era um romance baseado na violação de privacidade e em conspirações, tendo por sustentação as novas tecnologias. 
Quatro anos depois do seu romance de estreia, lançou Angels and Demons, seguindo-se em 2001 Deception Point. Finalmente, em Março de 2003, Dan Brown lançou no mercado norte-americano The Da Vinci Code (O Código Da Vinci), que logo no primeiro dia vendeu mais de seis mil exemplares, tendo-se tornado num dos livros mais vendidos de sempre em todo o mundo, com publicações em 42 línguas.
O Código Da Vinci é um romance policial que tem como protagonista um simbologista norte-americano. Através da obra de Leonardo Da Vinci, onde encontra várias mensagens codificadas, tenta arranjar provas para desvendar um segredo com centenas de anos. No livro surgem instituições como a Opus Dei e o Priorado do Sião.
A obra chegou a Portugal em 2004 e ao fim de poucos meses atingiu as onze edições. O sucesso deste livro levou a que fosse anunciada uma adaptação cinematográfica e uma sequela literária.

EMPADÃO RÁPIDO DE ATUM

Sabem aqueles vídeos de receitas que de vez em quando aparecem na internet e que de um momento para o outro se tornam virais, e estamos sempre a "esbarrar" neles cada vez que acedemos ao facebook?
Pois... foi precisamente o que aconteceu com o vídeo desta receita, que levou um dia inteiro a "atazanar-me" o juízo e a aparecer à minha frente, pelo que assim que cheguei a casa nem perdi tempo a pensar o que fazer para o jantar: sai um empadão de atum super rápido e 100% paleo!!!
2 latas de atum
1 cebola pequena
1 tomate pequeno
sal, pimenta e oregãos q.b.
3 ovos
1 pacote de natas
150gr de queijo ralado
1 colher de sobremesa de fermento em pó

Numa taça deitar as latas de atum, escorrendo bem e desfazendo com um garfo. Juntar a cebola e o tomate picados em pequenos cubos e temperar com sal, pimenta e oregãos. Envolver tudo e reservar.
No liquidificador deitar os ovos, as natas e o queijo, temperando com uma pitada de sal. Bater tudo, juntar o fermento em pó e bater por mais 1 minuto.
Untar um pirex com um pouco de azeite, deitar metade da massa do liquidificador, por cima colocar a mistura do atum e cobrir com a restante massa.
Levar ao forno pré-aquecido a 200º durante cerca de 20 minutos.
Retirar e servir morno ou frio. Cá em casa acompanhamos com cogumelos salteados e salada.

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

COGUMELOS SALTEADOS

Para quem gosta de cogumelos como eu, aqui tem uma receita muito rápida e saborosa de fazer, que se enquadra perfeitamente no conceito de alimentação Paleo e que proporciona um excelente acompanhamento para qualquer refeição, ou uma refeição por si só, se lhe juntarem uns ovos mexidos.
A receita orginal veio do Mundo de Receitas Bimby, apenas lhe acrescentei o bacon e aumentei o tempo de cozedura, pois apenas com o tempo indicado achei que os cogumelos ficavam duros.
Experimentem e verão que é realmente uma maravilha!!!
4 dentes de alho
20gr de salsa
400gr de cogumelos frescos laminados
30gr de azeite
100gr de bacon em cubinhos
sal e pimenta q.b.

Coloque no copo o alho e a salsa e pique 5 segundos, velocidade 5.
Insira a borboleta. Adicione os cogumelos, o azeite, o bacon, o sal (atenção que o bacon já é salgado) e a pimenta. Programe 12 minutos, Varoma, velocidade colher.
Rectifique os temperos, retire o copo de medida, coloque o cesto sobre a tampa e programe 10 minutos, Varoma, velocidade colher.
Emprate e sirva de seguida.

domingo, 8 de outubro de 2017

"À PROCURA DE ALASKA"

Fiquei apaixonada por este autor e pela sua escrita desde o clássico "A Culpa é das Estrelas" e confesso que estava bastante curiosa com esta obra.
No início achei a história um pouco maçadora, mas à medida que vamos travando conhecimento com as personagens é inevitável não nos apaixonarmos por elas.
Tudo gira em torno de um grupo de adolescentes e a sua vida e aventuras num colégio interno, abordando os dramas, as dúvidas, as transgressões, as escapadelas para fumar e beber, as paixonetas, as cábulas para os exames, e tudo o que envolve esta fase da vida.
A personagem Miles é deveras engraçada e envolvente, mas a personagem Alaska conseguiu surpreender-me pela sua rebeldia e instabilidade emocional.
Um bom livro para ser lido em qualquer idade.
Na escuridão atrás de mim, ela cheirava a suor, luz do sol e baunilha, e, nessa noite de pouco luar, eu pouco mais podia ver além da sua silhueta, mas, mesmo no escuro, consegui ver-lhe os olhos - esmeraldas intensas. E não era só linda, era também uma brasa."
Alaska Young. Lindíssima, esperta, divertida, sensual, transtornada… e completamente fascinante. Miles Halter não podia estar mais apaixonado por ela. Mas, quando a tragédia lhe bate à porta, Miles descobre o valor e a dor de viver e amar de modo incondicional.
Nunca mais nada será o mesmo.
Nota sobre o autor:
John Green é autor de vários bestsellers do The New York Times. Recebeu o Michael L. Printz Award e o Edgar Award. Foi por duas vezes finalista do L. A. Times Book Prize. Os seus livros foram traduzidos em mais de vinte línguas. John é também o cocriador, com o seu irmão Hank, do vlogbrothers, uma série de vídeos on-line que já foram visionados mais de 100 milhões de vezes.

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

"CRIME E SEDUÇÃO"

Foi a minha estreia com esta autora e fiquei bastante bem impressionada, pois o livro está bem escrito, cheio de mistério e com uma linguagem simples e fluída.
A trama desenrola-se em volta de uma família com grandes posses financeiras, o que desperta a cobiça e interesse das pessoas que lhe são próximas, levando a acontecimentos estranhos e mortes inesperadas.
Acima de tudo gostei da doçura da personagem Joana, que apesar de ser uma jovem com apenas 17 anos, mostra uma coragem e maturidade invulgares para a sua idade.

Cheio de emoções fortes, Íntimo e Perigoso, «Crime e Sedução» apresenta-nos, uma vez mais, Isabel Ricardo no seu melhor.
A escritora de livros infantis e folhetins na imprensa diária, dá início a uma nova série de romances de suspense com a qualidade a que já nos habituou em «Último Conjurado» (Revolução 1640) «Demanda do Mestre» (Crise de 1383-85) e «Nuno Álvares Pereira» (Vida do Santo Condestável romanceada).
Tudo corria bem na vida de Henrique Neves, um empresário de sucesso do Porto, até ao dia em que descobriu uma verdade cruel: Marta, a sua mulher, traía-o, dentro da sua casa e com alguém do seu sangue! Encurralado pelas circunstâncias que se sucedem a um ritmo infernal, resta-lhe assistir, impotente, a um drama que vai conduzir… ao seu assassínio.
Notas sobre a autora:
Isabel Ricardo escreveu o primeiro livro aos 11 anos e conta já com diversas obras publicadas, desde romances históricos até literatura infantojuvenil. É autora, entre outros títulos, das coleções Os Aventureiros e Guerreiros da Luz e do livro O Fantasma das Cuecas Rotas. Nos seus livros infantis tenta transmitir sempre valores importantes. O Coelhinho Avarento é o seu mais recente livro para crianças, editado pela Porto Editora. É presença assídua nas escolas, onde realiza sessões de incentivo à leitura, promovidas por escolas e bibliotecas.

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

PÃO DE IMPROVISO

Quando pego numa receita nem sempre a consigo seguir à risca, pois por vezes não me lembro de verificar se tenho todos os ingredientes à mão.
Por isso na maior parte das vezes tenho que agir de improviso, como foi o caso destes pães, cuja receita tirei do blog Caramelo's Kitchen, mas que tive que inventar, improvisar e alterar consoante o que tinha na despensa.
Rendeu 2 pães deliciosos... por isso a partir de agora acho que não quero outra receita de pão, pois este pão de improviso, como eu lhe chamei, ficou fantástico!!!
5 ovos tamanho M
2 chávenas de água morna
1 colher de sopa de vinagre
sal q.b.
1/2 chávena de farinha de linhaça amarela
1,5 chávena de farinhatrigo sarraceno
1/2 chávena de polvilho doce
1/2 chávena de polvilho azedo
1/2 chávena de farinha de coco
1 saqueta de fermipan
Mistura de sementes e miolo de noz para decorar
* a chávena utilizada tem a capacidade de 250ml

Aquecer o forno a 180º e colocar dentro do forno um recipiente com água.
Na Bimby bater os ovos durante 3 minutos na velocidade 5. Acrescentar a água, o sal e o vinagre e ir batendo mais 1 minuto na velocidade 4.
Juntar as farinhas e o fermento e programar 2 minutos na velocidade 4.
Juntar algumas sementes a gosto na massa e programar 3 minutos, velocidade espiga.
Forrar uma ou duas formas (conforme o tamanho de pão que pretendem) com papel vegetal e distribuir a massa.
Decorar a gosto a superfície dos pães (num coloquei sementes de linhaça castanha e no outro coloquei miolo de noz e sementes de girassol).
Deixar cozer cerca de 40 minutos verificando a cozedura com um palito.
Desenformar e fatiar depois de frio.

sábado, 30 de setembro de 2017

WAFFLES DE COCO E BANANA

Muitas das pessoas, quando se iniciam no regime Paleo, a primeira pergunta que fazem (e que eu também fiz) é: "E agora o que é que eu como ao pequeno-almoço?"
Aqui fica uma sugestão rápida e simples, cuja receita "roubei" ao blog Mamã Paleo, que dá um pequeno-almoço delicioso e saciante.
E não venham com a desculpa típica "de manhã não tenho tempo"... podem perfeitamente ser preparadas no dia anterior, estando já prontos para serem saboreadas no dia seguinte.
1 banana média
2 ovos
3 colheres de sopa de coco ralado
1 colher de sopa de polvilho doce
uma pitada de canela

Bater bem todos os ingredientes com a varinha mágica até obter uma mistura homogénea.
Aquecer a máquina de waffles, untar ligeiramente com óleo de coco, colocar o preparado e deixar cozinhar cerca de 4 minutos.
Servir com guarnição a gosto - cá em casa escolhemos uma cobertura de iogurte grego, manteiga de amêndoa (receita aqui) e mirtilos.

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

"O HOMEM QUE PERSEGUIA A SUA SOMBRA"

Sem dúvida uma bela continuação da saga "Millennium", sendo que o volume anterior (já da era "pós-Larsson") me tinha deixado um pouco desiludida.
É sempre bom reencontrar Lisbeth, uma personagem carismática desta saga, que tão depressa nos deixa à beira de um ataque de nervos, como de repente nos transmite uma sensação de calma e segurança. Os episódios passados no interior da prisão são de fazer qualquer um roer as unhas!!!
Este volume veio "desvendar" muitos dos mistérios e enigmas que ficaram por resolver e entender nos livros anteriores, mas sem querer descurar o talento e brilho deste autor, acho que a saga Millennium nunca mais foi a mesma depois da morte precoce do seu autor e criador Stieg Larsson.
Veremos se este projecto tem pernas para andar, para que seja publicado mais um volume.

Lisbeth Salander cumpre uma curta condenação no estabelecimento prisional feminino de Flodberga e faz o possível por evitar qualquer conflito com as outras reclusas, mas ao proteger uma jovem do Bangladesh que ocupa a cela vizinha é imediatamente desafiada por Benito, a reclusa que domina o bloco B.
Holger Palmgren, o antigo tutor de Lisbeth, visita-a para a informar de que recebeu documentos que contêm informações sobre os abusos de que ela foi vítima em criança. 
Lisbeth pede ajuda a Mikael Blomkvist e juntos iniciam uma investigação que pode trazer à luz do dia uma das experiências mais terríveis implementadas pelo governo sueco nos anos Oitenta do século XX. Os indícios conduzem-nos a Leo Mannheimer, sócio da corretora Alfred Ogren, com quem Lisbeth tem em comum muito mais do que algum deles podia pensar. 
Em O Homem Que Procura a Sua Sombra, o quinto volume da série Millennium, David Lagercrantz construiu uma história emocionante sobre abuso de autoridade, e também sobre as sombras da infância de Lisbeth que ainda a perseguem.

Notas sobre o autor:
David Lagercrantz nasceu na Suécia em 1962. É escritor e jornalista e vive em Estocolmo. Depois de ter estudado Filosofia e Religião, licenciou-se em Jornalismo pela Universidade de Gotemburgo. Trabalhou para o diário Expressen como repórter criminal tendo feito a cobertura dos casos mais mediáticos no final dos anos 80 e início dos anos 90 na Suécia.
Publicou várias biografias de personalidades muito conhecidas dos suecos e, em 2011, aquela que foi o seu maior sucesso – I am Zlatan Ibrahimovic – a história do famoso jogador de futebol, nomeada para vários prémios importantes, traduzida em 30 línguas e com milhares de exemplares vendidos. Fez a sua estreia na ficção com The Fall of Man in Wilmslow, uma história baseada na vida do célebre matemático britânico Alan Turing que teve um enorme sucesso internacional. Nos livros de David Lagercrantz encontra-se frequentemente um padrão: grandes talentos que se recusaram a seguir as convenções. Interessam-lhe não só os que se destacam da multidão, mas também a resistência que a sua criatividade inevitavelmente enfrenta. Talvez por isso tenha aceitado a proposta que lhe foi feita em Dezembro de 2013 para escrever o quarto volume da série Millennium criada por Stieg Larsson (1954-2004). Decerto não conseguiu resistir a Lisbeth Salander, uma das personagens mais criativas e irreverentes da literatura contemporânea.

terça-feira, 19 de setembro de 2017

FRANGO AROMÁTICO

Estamos a dois dias do início do Outono e o tempo já começa a arrefecer, o que faz com comece a apetecer comidas de forno mais condimentadas e apuradas, para alegrar as nossas mesas.
Num dos folhetos da rede de supermercados Aldi encontrei esta receita que é mesmo ao meu gosto: fácil de fazer, com bastantes legumes e que se enquadra perfeitamente no conceito de alimentação Paleo.
Querem experimentar?
500gr de pernas de frango
Sumo de 1 limão
1 colher de sobremesa de raspa de limão
2 dentes de alho picados
2 cebolas picadas
2 beringelas cortadas em rodelas finas
4 tomates cortados em rodelas
3 colheres de sopa de azeite
6 colheres de sopa de vinho branco
Oregãos, sal e pimentão doce a gosto

Disponha num tabuleiro para forno a beringela, o tomate, a cebola e o alho, cobrindo o fundo do tabuleiro.
Coloque por cima as pernas de frango e tempere com sal, sumo e raspa de limão, oregãos, pimentão doce e azeite.
Asse até o frango começar a dourar, regue com o vinho branco e deixe acabar de assar.

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

MANTEIGA DE AMÊNDOA

Para aqueles dias em que nos apetece uma "gordice" e preparamos umas panquecas ou umas waffles, nada melhor do ter à mão um frasco de manteiga de amêndoa para guarnecer as nossas iguarias.
Não sei se já se deram conta que normalmente a manteiga de amêndoa que vemos à venda tem um preço nada acessível... se conseguirmos comprar miolo de amêndoa a bom preço (normalmente compro nas feiras ou nos mercados) e tivermos em casa um robot de cozinha ou processador de alimentos, rapidamente se consegue fazer esta delícia em casa, a um preço muito mais económico e tendo a certeza que estamos a consumir algo verdadeiramente saudável...
500gr de miolo de amêndoa (podem usar com pele ou sem pele - eu prefiro com pele)
2 colheres de sopa de óleo de coco

Colocar o miolo de amêndoa espalhado no tabuleiro do forno, sem as sobrepor, e levar ao forno quente, a torrar, por cerca de 10 minutos.
Colocar o miolo de amêndoa no copo da Bimby e triturar alguns segundos na velocidade 6.
Ir parando de vez em quando para baixar a mistura com a ajuda da espátula, e entre as paragens juntar o óleo de coco.
Continuar a triturar na velocidade 6 até obter uma consistência homogénea.
Colocar num frasco hermeticamente fechado. A manteiga tem tendência a solidificar um pouco depois de fria.
Manter em local seco ou, se preferirem, no frigorífico.
Usar para barrar panquecas, waffles, crepes, em sobremesas, etc...

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

"QUEM AMA ACREDITA"

Mais um livro bem ao jeito de Nicholas Sparks, uma leitura leve e fácil, tendo como pano de fundo a vida numa pequena localidade, supostamente "assombrada" por fenómenos sobrenaturais e a reticência e desconfiança de um jornalista, que não acreditando em nada dessas coisas, se vê a braços com a investigação do fenómeno e que, ao mesmo tempo que investiga, toma conhecimento com várias das pessoas da localidade.
Entre os habitantes que conhece há uma pessoa que vai, literalmente, mudar a sua vida, bem como a maneira como encara certas coisas.
No fundo uma história bonita sobre o amor e sobre o facto de quando se está apaixonado se conseguir ver o mundo sob outro ângulo...
Jeremy Marsh vive em Manhattan, onde a sua reputação como jornalista científico é irrepreensível. Cético por natureza, deleita-se a desmascarar falsos médiuns, cultos religiosos fraudulentos e terapias duvidosas. No dia em que chega a Boone Creek, uma pequena e pitoresca cidade na Carolina do Norte, Jeremy está seguro de que o mistério das fantasmagóricas luzes no cemitério local tem uma explicação racional.
Lexie Darnell adora Boone Creek, onde trabalha como bibliotecária. Disposta a dar a conhecer a magia da cidade, ela acompanha Jeremy nas suas investigações. Lexie e Jeremy não podiam ser mais diferentes e, contudo, os sentimentos que os unem são intensos e verdadeiros.
Jeremy sabe que a sua estadia em Boone Creek tem um prazo, findo o qual regressará à sua amada Nova Iorque. Por seu lado, Lexie sente que nunca será feliz numa cidade grande. O futuro da relação é impossível. A não ser que a realidade prove não ser tão racional assim…
Notas sobre o autor:
Nicholas Sparks nasceu em 1965 em Omaha, Nebraska. Cresceu em Fair Oaks na Califórnia e vive actualmente na Carolina do Norte com a família. Foi durante algum tempo delegado de informação médica até que Theresa Park, agente literária, decidiu começar a representá-lo, vendendo os direitos do seu primeiro romance O Diário da Nossa Paixão (The Notebook) à Warner Books. O sucesso foi imediato e a obra permaneceu durante 56 semanas consecutivas nos tops americanos. Seguiram-se livros como As Palavras que Nunca te Direi (Message in a Bottle) e Um Momento Inesquecível (A Walk to Remember), Corações em Silêncio (The Rescue) também eles sucessos editoriais de grandes proporções, tendo o primeiro sido adaptado para versão cinematográfica pelo próprio autor. Considerado o golden boy da ficção comercial americana é um autor consagrado internacionalmente pelo público.

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

TOSTA PALEO

Quando se começa a seguir o estilo de alimentação Paleo uma das primeiras perguntas que praticamente toda a gente faz é: "Se não posso comer a torrada do costume de manhã, o que devo comer ao pequeno-almoço?"... eu mesma fiz esta pergunta várias vezes!!!
É certo que com o passar do tempo deixamos de pensar no pão e nem achamos a sua falta (pelo menos comigo foi assim), mas quando bater aquela saudade da tosta mista, pode sempre preparar-se em menos de 5 minutos um pão rápido, que depois de tostado fica delicioso...
Inspirei-me nesta receita, mas adaptei os ingredientes com o que tinha à mão e, ao invés de preparar o pão na frigideira, foi directo à tostadeira.
2 ovos
2 colheres de sopa rasas de polvilho doce
1 colher de sopa de quark
1 colher de sopa de iogurte grego
1 colher de café de fermento em pó
sal e oregãos q.b.

Numa taça misturar todos os ingredientes até obter uma mistura homogénea.
Passar uma tupperware por água (uso uma quadrada mas podem usar qualquer outra à escolha), deitar a massa, e levar ao microondas por 3 minutos (ajustar o tempo à potência do microondas de cada um).
Retirar, abrir, rechear a gosto (a minha foi recheada com queijo Gouda e paio do lombo) e levar à tostadeira quente, até tostar a gosto e o queijo derreter.
Quem disse que Paleo não pode comer tosta mista???

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

"A MULHER DO CAMAROTE 10"

Pontuação máxima para este livro que é realmente muitoooooooooooo bom!!!
Já tinha ficado fã desta autora com o seu anterior livro "Numa Floresta Muito Escura" mas este conseguiu ultrapassar todas as expectativas. Estamos perante uma Agatha Christie dos tempos modernos...
A história é envolvente e arrepiante, passada a bordo de um pequeno navio de cruzeiro... os pormenores são tão bem descritos, bem como as emoções da personagem principal - a jornalista Lo - que confesso que houve alturas em que me senti claustrofóbica por estar fechada num camarote com tanta água ao meu redor.
O final é surpreendente, garanto que quem ler o livro vai ter uma surpresa, pois não é nada do que poderíamos imaginar.
Espero que haja mais lançamentos da autora em breve...

Emocionante e compulsivo, este romance evoca o ambiente clássico dos policiais de Agatha Christie: um ritmo que aumenta gradualmente de tensão, a sensação de perigo iminente e um conjunto de suspeitos reunidos num único lugar.
A jornalista Lo Blacklock recebe um convite irrecusável: acompanhar a primeria viagem do cruzeiro de luxo Aurora Borealis. O serviço é exclusivo e a bordo estão vários empresários e pessoas influentes da sociedade. No entanto, a viagem ganha outros contornos para a jornalista. Certa noite, testemunha aquilo que acredita ser um crime no camarote ao lado do seu.
Desesperada, denuncia o ocorrido ao responsável pela embarcação. Ninguém acredita na sua versão, pois todos os passageiros continuam no navio. Blacklock decide investigar o crime por conta própria. Colocando a carreira e a própria vida em risco, ela não vai descansar enquanto não encontrar resposta para o mistério do camarote 10.
Notas sobre a autora:
Ruth Ware cresceu em Lewes, em East Sussex. Depois de se formar pela Universidade de Manchester mudou-se para Paris, antes de se estabelecer no norte de Londres. Casada, com dois filhos pequenos, trabalhou como empregada de mesa, livreira, como professora de Inglês de língua estrangeira e assessora de imprensa. O seu thriller de estreia, Numa Floresta Muito Escura, foi um bestseller do Sunday Times e do New York Times Top Vinte.

terça-feira, 5 de setembro de 2017

BROAS DE BATATA DOCE E CANELA

Cada vez que visito na net os meus blogs favoritos saio de lá "carregada" de receitas, que mais cedo ou mais tarde saem do papel para a bancada da minha cozinha.
Confesso que nunca fui grande apreciadora de batata doce, mas desde que optei pelo estilo de alimentação Paleo reeduquei o paladar e comecei a gostar de muitas coisas que antes achava que não gostava.
Esta receita do blog Malta das Cavernas Mas em Chique é uma delícia... fácil de confeccionar e rapidamente temos um lanche fantástico ou, se preferirem (foi o que eu fiz), podem congelar as broas depois de confeccionadas, para terem sempre à mão um petisco saudável.
150gr de batata doce cozida
75gr de coco ralado (triturado finamente)
1 ovo tamanho L
2 colheres de sopa de azeite
2 colheres de sopa de mel
Canela a gosto

Triturar a batata doce e juntar o azeite, o mel e a canela.
Bater o ovo com um garfo e juntar mais de metade à massa de batata doce (o restante será guardado para pincelar as broas). Misturar tudo muito bem com uma colher e no final juntar o coco, amassando de seguida com as mãos para que fique tudo bem envolvido.
Formar as broas (com as mãos ou usando duas colheres de sopa) e colocá-las num tabuleiro forrado com papel vegetal.Pincelar com o restante ovo batido reservado e polvilhar com um pouco de canela.
Levar ao forno, pré-aquecido a 180º, durante cerca de 40 minutos. As broas parecem moles, mas ganham mais consistência depois de frias.
Retirar, deixar arrefecer e servir de seguida ou congelar.

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

"AVE DE MAU AGOIRO"

Excelente policial de Camilla Läckberg.. confesso que fiquei fã desta autora.
Parte da trama gira em volta de um "reality show" e com a morte súbita de uma das concorrentes, colocando toda a gente sob suspeita.
A outra parte da história gira em torno de estranhos casos que, aparentemente parecem acidentes de viação, mas que mais tarde percebe-se que afinal escondem pormenores assustadores.
A partir de certa altura foi fácil perceber quem seria o culpado das mortes, mas as voltas que a trama dá até lá chegarmos e as motivações que levaram aos crimes, são realmente fascinantes.
Uma história fantástica para quem goste de um bom policial.

Um trágico acidente de viação. Uma vítima mortal.
Patrick Hedström é chamado ao local do acidente para tomar conta da ocorrência enquanto os habitantes de Tanumshede se concentram num evento sem precedentes na pequena localidade: é ali que vão decorrer as filmagens de um Reality Show televisivo que já fez sucesso noutras pequenas cidades da Suécia. Uma oportunidade única para promover a região.
Ao mesmo tempo que Patrick Hedström tenta resolver o enigma que resultou do acidente de viação, as câmaras captam cada movimento dos participantes do programa televisivo, jovens problemáticos e irreverentes cuja convivência se torna mais difícil a cada momento, aproximando-se rapidamente do ponto de ruptura. Quando uma festa termina com a morte de um dos concorrentes que se tornou particularmente impopular, os colegas e a equipa de produção passam a ser os suspeitos óbvios. Haverá um assassino entre eles?
 

Notas sobre a autora:
Nascida em 1974, Camilla Läckberg licenciou-se na Universidade de Economia de Gotemburgo antes de se mudar para Estocolmo, onde foi economista durante alguns anos. Contudo, um curso sobre escrita criativa de livros policiais despoletou uma mudança drástica de carreira. Foi considerada a escritora sueca do ano em 2004 e 2005, e os seus quatro primeiros livros atingiram o primeiro lugar no top de vendas da Suécia. Actualmente, a autora vive com os dois filhos em Estocolmo.

terça-feira, 29 de agosto de 2017

ABACATE RECHEADO

Aqui está uma receita do mais simples e rápido que pode haver... para aqueles dias em que ligamos o forno para fazer um cozinhado, aproveitamos a energia e com rapidez preparamos um prato delicioso, que pode ser servido como entrada ou como prato principal, acompanhado de uma boa e nutritiva salada.
Pode ser servido quente ou frio, pode ser levado na marmita para o trabalho... enfim.. deixem a vossa imaginação trabalhar.
A ideia foi tirada de uma das muitas receitas que circulam pela net, sendo que o recheio do abacate pode ficar ao gosto de cada um!!
1 abacate grande
2 ovos pequenos
Bacon e queijo ralado q.b.
Sal e pimenta q.b.

Cortar o abacate ao meio e com cuidado retirar o caroço. Escavar um pouco o interior para arranjar uma "cama" para o ovo. Colocar as duas metades do abacate num tabuleiro.
No sítio do caroço abrir um ovo com cuidado.
Por cima do ovo deitar alguns pedacinhos de bacon e polvilhar com um pouco de queijo ralado.
Temperar com sal e pimenta (tendo em atenção que o bacon já é salgado) e levar ao forno, pré-aquecido a 180º, durante 30 minutos.
Servir com acompanhamento a gosto.

terça-feira, 22 de agosto de 2017

SEMENTES DE GIRASSOL CARAMELIZADAS

De tempos a tempos, quando ia a feiras, davam-me a provar umas sementes de girassol caramelizadas, que eram uma verdadeira delícia e completamente viciantes, pois quando se começa a comer não apetece mais parar.. mas sempre me deu a sensação que aquele pitéu, para ficar tão "guloso", deveria levar carradas de açucar, o que seria prejudicial à saúde e completamente "anti-paleo".
Até que descobri esta receita fantástica no blog Petiscaria da Maria... et voilá... aqui estão as ditas sementes, feitas de forma rápida e saudável... experimentem a adicioná-las ao iogurte, à fruta, polvilhadas por cima de uma bola gelado... ou simplesmente assim. 
São deliciosas!!!!
3 punhados de sementes de girassol
1 pitada de sal
1 colher de sobremesa de canela em pó
1 colher de sobremesa de mel
1 colher de sobremesa de óleo de coco

Levar tudo à frigideira, mexendo sempre, até as sementes estarem douradas e caramelizadas. É importante fazer esta operação devagar e sem parar de mexer.
Espalhar as sementes em cima de uma folha de papel vegetal sem as sobrepôr, separando-as com a colher de pau, e deixar arrefecer.
Depois de frias guardar num frasco bem fechado... e tentar não comer tudo de uma vez!!!